Marketing de influência: o trabalho com influenciadores dentro e fora do ambiente digital

Pelicioni Agência de Comunicação Digital em Campinas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A divulgação de uma marca pode passar por várias frentes como a produção de conteúdo, impulsionamento de anúncios, realização de eventos, entre outras, mas uma forma que vem sendo bastante explorada – e costuma render ótimos resultados – é a parceria e trabalho com influenciadores digitais.

Assim como nas outras formas, a busca por falar com o público que mais tenha a ver com o seu serviço ou produto é inerente, no entanto, com os influenciadores, mais que ser e conversar com essas pessoas, é preciso que ele compartilhe dos mesmos valores do seu negócio, ou o tiro pode sair pela culatra e tudo parecer uma grande mentira. Não basta ter milhares de seguidores no Instagram se todo aquele público não está ali para ver o que você tem a oferecer, mesmo que seja através daquela personalidade que ela escolheu acompanhar nas redes sociais. No marketing de influência, as pessoas são atingidas por sentirem que aquela é uma indicação de um amigo, por isso pode funcionar muito bem em alguns contextos.

Um bom exemplo que podemos citar foi uma ação realizada por nós com o nosso parceiro, o Colégio Pedro e Rafael. O bullying é um assunto bastante trabalhado no Colégio em rodas de conversa e atividades, mas era preciso dar um “up” e mobilizar as crianças e adolescentes de uma forma diferente. Convidamos, então, a influenciadora teen Bia Herrero, que tem 16 anos e mais de meio milhão de inscritos no YouTube.  A maioria dos alunos acompanha e se identifica com as postagens dela, que é uma grande apoiadora da campanha “O bullying não combina com você”. Ou seja, uma figura que já falava com os alunos diariamente e tem em sua essência o combate a esse tipo de violência, justamente o que queríamos trabalhar com eles. Durante um dia todo, a Bia conversou com os estudantes, ouviu histórias e todos nos emocionamos demais ao ver que as crianças se sentiram acolhidas e entenderam que podem confiar na escola em que estudam. Neste caso, nós usamos a influência da Bia também fora do meio digital, quando trouxemos a influenciadora até o nosso público com o objetivo de sensibilizá-lo. Os alunos já conheciam a Bia e sentimos que a ação seria mais efetiva se ela estivesse conversando com eles de perto.

PLANEJAMENTO
Nem sempre é fácil trabalhar com influenciadores e o planejamento deve ser pensado de maneira parecida com outros tipos de campanhas, mas com algumas peculiaridades. Por isso, algumas perguntas devem ser feitas no início do trabalho, para que os objetivos sejam traçados e fique claro se esse tipo de ação vai alavancar a sua empresa e ser realmente efetivo para a imagem dela, além de metas que podem ser medidas, como de onde vamos sair e onde queremos chegar com essa campanha. Tão importante e parte dessas duas etapas, precisam ser considerados, ainda, quem vai ser o target da ação, ou seja, quem você quer atingir demográfica e psicologicamente, além, é claro, do quanto de dinheiro há para ser investido.

A definição de quais redes sociais serão usadas para esse trabalho também é importante, ainda que sua empresa esteja em todas as plataformas. Existem ações que dão melhores resultados em redes diferentes. Sabendo em qual rede você vai apostar, é preciso pensar em como a história vai ser contada, afinal, a campanha precisa de uma narrativa para que não seja confundida com um simples comercial. A partir daí, é preciso estudar, mapear e definir quem são os influenciadores que mais possuem perfil para falar da sua marca. Após o alinhamento do briefing, a equipe pode trabalhar junto na produção do conteúdo, amplificar e otimizar tudo isso a partir das primeiras publicações, além da mensuração dos resultados para acompanhar o que tem dado certo ou não durante a ação.

QUAL É O MELHOR INFLUENCIADOR QUE EU POSSO CONTRATAR PARA DIVULGAR MINHA MARCA?
Não sabemos. Essa resposta nunca poderá ser dada assim, na lata, já que, como falamos nesse nosso artigo, o trabalho com influenciadores é muito mais complexo que apenas algumas postagens no Instagram com os produtinhos na mão, como muitos pensam. É preciso análise e conhecimento do mercado, que se tornou enorme. Hoje, com um celular na mão, todas as pessoas podem ser influenciadoras do seu próprio meio, basta escolhermos a pessoa que vai dar o melhor “match” com cada marca e ser a melhor para o seu negócio.

Pamela Cadamuro

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estratégias para sua empresa se diferenciar e continuar na ativa durante a crise.