O que faz um conteúdo viralizar?

social-media-influencer-receiving-likes-and-positive-reactions
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Pode ser em forma de texto, vídeos, músicas, memes, áudios ou de outras maneiras, quando o conteúdo agrada a sua audiência, as pessoas não apenas visualizam, mas comentam, curtem, compartilham, salvam, e assim a marca ganha novos seguidores e clientes.

É justamente quando acontece esta propagação rápida e espontânea de conteúdo entre as pessoas que nós podemos considerá-lo um viral, seja pelas redes sociais, aplicativos de celular, e-mails, plataformas musicais e de vídeo, dentre outros.

Recentemente tivemos o caso da divulgação do novo hit da Anitta – Girl from Rio, onde a cantora publicou sua imagem de pé em cima de uma cadeira e, ao fundo, um ônibus coletivo com o letreiro contendo o nome da música. Rapidamente as celebridades e marcas usaram o mesmo cenário, substituindo a foto da pop star pelos ícones deles. Foi sucesso!

Mas para que esta ação aconteça é necessário um planejamento que leve em consideração alguns pontos:

Saiba quem é a sua persona e o estágio que ele se encontra no funil – é fundamental saber para quem a mensagem será direcionada, conhecer o perfil, as dores (qual problema a persona precisa resolver?). Essas informações são essenciais para desenvolver um conteúdo relevante.

Escolha o canal ideal – existem diversos canais para disponibilizar o seu conteúdo, mas você deve optar por aqueles em que a sua audiência acessa. Tudo deve ser estrategicamente pensado, pois a mensagem também deve ser compatível com as características do canal. A produção de um conteúdo por vídeo é diferente daquele preparado para um e-mail, por exemplo.

Crie um conteúdo criativo, envolvente e que desperte emoções – esses três elementos são fundamentais para que as pessoas queiram replicar para as outras. Basta pensar nas mensagens que você costuma compartilhar com a sua rede de relacionamentos, geralmente são criativas e provocam as suas emoções (raiva, tristeza, alegria), consequentemente, o seu desejo é que as demais pessoas experimentem a mesma sensação.

Engaje a sua audiência – cative as pessoas com o seu conteúdo, faça um call-to-action (CTA), ou seja, crie uma chamada para levar a audiência a tomar alguma atitude: “compartilhe agora este conteúdo”, “salve para ver mais tarde”, “deixa o seu comentário”.

Divulgar a sua marca – este é o momento de divulgar a sua marca, afinal, a sua intenção é justamente relacionar o bom conteúdo com ela e, assim, posicioná-la na mente das pessoas e se destacar da concorrência.

Curtiu as dicas? Vale lembrar que não é possível “encomendar” um viral, mas sim produzir conteúdos que tenham esse potencial e sejam de qualidade para a audiência que ele visa atingir.

Lilian Rodrigues

Relações Públicas, jornalista, especialista em marketing, escritora, docente e apaixonada pelas ciências comportamentais.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Marketing Digital Criação de sites Gestão de Marcas

Estratégias para sua empresa se diferenciar e continuar na ativa durante a crise.